O Deserto Mágico do Atacama

O deserto do Atacama é um sonho, não tem forma melhor de descrever. Todas as paisagens parecem saídas de um filme de ficção científica. Pelas fotos já conseguimos ver toda beleza do Atacama, mas eu garanto que ao vivo é bem mais impactante. Estando lá você consegue sentir a energia do lugar e de cara vai perceber que o Deserto do Atacama, com toda sua imensidão, não é um lugar qualquer.

Algumas curiosidades sobre o Deserto do Atacama

  • É deserto mais seco do mundo, em alguns pontos mais centrais do deserto não chove há mais de 4000 anos.
  • É o deserto mais alto do mundo. A altitude varia em seus mais de 100.000km², mas em San Pedro do Atacama a altitude chega a 2.400m.
  • Apesar de ser uma região bastante inóspita, o deserto do Atacama colabora bastante com a riqueza do Chile. O país é o maior produtor de cobre do mundo e muitas de suas minas estão situadas no Deserto do Atacama.

Como chegar no Atacama

O Atacama é um deserto enorme e grande parte do seu território não é habitado por conta das condições inóspitas.  O principal ponto de apoio para as atividades turísticas no deserto é a cidade de San Pedro do Atacama. A pequena cidade tem cerca de 3.000 habitantes, mas com certeza deve receber o dobro de turistas mensalmente.

San Pedro do Atacama fica no norte do Chile, para chegar lá a melhor maneira é ir até Santiago e de lá as maneiras mais comuns de chegar até San Pedro são:

  • Ônibus: Partem diariamente em diversos horários de Santiago rumo a San Pedro do Atacama, a viagem é longa e dura cerca de 24h, mas os ônibus no Chile são super confortáveis e seguros. A passagem varia entre R$130 e R$260.
  • Avião: existem diversos vôos diretos desde Santiago até Calama, que é o aeroporto mais perto de San Pedro do Atacama. O vôo de Santiago até Calama dura cerca de 2h e de lá você pode pegar um transfer para San Pedro do Atacama (mais 1h30). Os preços das passagens variam bastante, mas é possível encontrar por até R$300.

Descubra a melhor forma de chegar em San Pedro do Atacama usando o Rome2Rio

Quando ir para o Atacama

O Atacama é o deserto mais seco no mundo, então chuva não ser um problema por aqui, elas são bem raras e não vão atrapalhar o seu passeio. Então um ponto importante para considerar quando for planejar a sua viagem é a temperatura. Por ser um deserto, a amplitude térmica na região é bem grande, no inverno (Junho, Julho, Agosto) as temperaturas durante o dia são mais amenas mas podem chegar bem próximas de 0 durante a noite. No verão (dezembro, janeiro, fevereiro) acontece um fenômeno conhecido como “inverno altiplânico”, é uma época mais propensa a chuva, no entanto ainda assim não é nada que vá atrapalhar o passeio, durante a noite as temperaturas são mais amenas, mas durante o dia pode chegar a 40 graus.

A melhor época para ir para o Atacama é mesmo na primavera (setembro a outubro) e no outono (março a maio). Nesse período as temperaturas durante o dia e a noite costumam ser mais amenas.

Veja a tabela completa de temperatura anual no Atacama aqui

Onde se hospedar

Em San Pedro do Atacama não tem muito segredo, o melhor mesmo é ficar perto da Rua Caracoles, que é onde as coisas acontecem na pequena cidade. San Pedro é basicamente um vilarejo, com ruas de terra, a Rua Caracoles é a principal, onde se concentram os serviços de turismo e restaurantes, ficar ali perto é garantia de tranquilidade para sair a noite. Isso porque durante a noite as ruas ficam mais escuras e vazias, andar até um hotel mais distante pode ser mais complicado nessas condições.

Faça sua reserva em San Pedro do Atacama aqui

Uma dica extra, um bom lugar para comer em San Pedro de Atacama: não deixe de visitar o Restaurante Barros, próximo a Rua Carácoles, lá um menu com entrada, prato principal e suco sai por 6000clp (R$30), pode parecer muito, mas acredite, é um bom preço para San Pedro do Atacama.

Viajar para o Atacama é caro?

Não da pra mentir que os passeios por lá são um pouco mais caros sim, mas vale todo o sacrifício. Fiz um post falando só sobre os custos da viagem, que você pode ver aqui.

E aí? Pronto para conhecer o Atacama?

Autor: Ana Ligia Correa

Viajando pelo mundo colecionando histórias para contar para os meus netos.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.